fbpx

Iniciativas resgatam documentos audiovisuais históricos da Ufologia

A internet está propiciando o surgimento de várias iniciativas para resgatar e disponibilizar ao público documentos audiovisuais históricos da Ufologia. Uma entidade de pesquisa ufológica sediada no Paraná é responsável por uma dessas ações. Trata-se do CIPEX, Centro de Investigação e Pesquisa Exobiológica, coordenada pelo educador, ufólogo e autor Carlos Alberto Machado.

Recentemente a entidade paranaense se associou a outro pesquisador e autor, Rodrigo Moura Visoni, para lançar no Youtube um áudio inédito. Pela primeira vez eles disponibilizaram a gravação legendada completa de uma das primeiras entrevistas da médica Wellaide Cecim Carvalho a respeito do fenômeno Chupa-Chupa em 1977, no Pará.

A entrevista foi concedida em dezembro de 1984 ao pesquisador Daniel Rebisso Geise, que chegou a ser integrante do CIPEX. Os artigos do pesquisador em revistas especializadas e seu livro, “Vampiros Extraterrestres na Amazônia”, deram grande contribuição para a divulgação do fenômeno assustador que acabou sendo um dos responsáveis pela criação da famosa Operação Prato.

publicidade
Loja do Portal Vigília - Estampas exclusivas para quem veste a camisa da Ufologia

Detalhes curiosos que ficaram de fora do livro de Rebisso podem ser conferidos no áudio.

“Não raro as transcrições de depoimentos e cartas encontradas em livros não são precisas e as fotografias publicadas nessas obras estão cortadas. O próprio áudio da Wellaide Cecim Carvalho, gravado pelo Daniel Rebisso Giese, é prova disso: no livro Vampiros extraterrestres na Amazônia, ele não transcreveu muita coisa presente do áudio. E, em livro, a emoção do depoente contando as histórias não pode ser apreciada”, explicou Rodrigo Visoni ao Portal Vigília.

Visoni foi quem legendou o áudio. Ele também ficou encarregado das legendas de outro documento publicado pelo CIPEX em seu canal no Youtube recentemente: o depoimento do famoso abduzido Antonio Nelso Tasca, de Chapecó, Santa Catarina.

A entrevista também foi conduzida pelo pesquisador Daniel Rebisso, em 1983. O caso ficou famoso pelas marcas deixadas no corpo de Tasca após sua suposta abdução – um ferimento em forma de letra “W”. Nelso Tasca faleceu em 2008.

No depoimento, o abduzido dá detalhes ricos de sua experiência, desde a entrada involuntária num disco voador, conduzido por uma espécie de esteira de luz, até o contato íntimo que teria mantido no interior do artefato extraterrestre e as conversas telepáticas com os seres no seu interior.

Áudio legendado do depoimento de Antônio Nelso Tasca, suposto caso de abdução e relacionamento íntimo com ET

“Todo esse material faz parte do resgate histórico da Ufologia que já faz anos que venho trabalhando”, explica Carlos Alberto Machado. Ele revela que tem mais originais em fitas K7 (antigas fitas magnéticas) e vídeo analógico que aos poucos pretende disponibilizar no canal do grupo.

Machado e o CIPEX já tinham disponibilizado outros documentos históricos da Ufologia. Por exemplo, no portal de ufologia mantido pelo grupo, o Fenomenum, incluíram versões digitais (escaneadas) dos boletins da extinta Sociedade Brasileira de Estudos de Discos Voadores (SBEDV). “Temos outras entrevistas, várias fitas, casos de quedas de OVNIs e várias coisas que estou digitalizando e o Rodrigo está fazendo a legendagem para ficar melhor para escutar”, ressalta.

No Youtube, canal tem documentários históricos da Ufologia

A iniciativa do CIPEX não é a única a promover o resgate da história ou a documentação da Ufologia através Internet. O Canal João Marcelo, no Youtube, também se destaca nesta tarefa.

O canal mescla alguns conteúdos audiovisuais históricos – boa parte originalmente produzidos para a TV – com vídeos e pesquisas atuais nacionais e estrangeiros, compilados pelo youtuber para serem disponibilizados em versões legendadas.

Mais antigos ou mais recentes, o trabalho de resgatar documentos físicos e analógicos da Ufologia certamente representa um esforço louvável. Todos esses conteúdos remontam fases importantes da construção do conhecimento e da consolidação das teorias que norteiam os pesquisadores do tema e auxiliam a demonstrar porque algumas suposições e hipóteses colocadas à mesa não são meras “coisas de lunáticos”.

João Marcelo resgata material jornalístico histórico, como documentários e reportagens sobre Ufologia. Aqui um exemplo, de matéria sobre a Área 51

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.