Home Opinião Caso Trindade, os ciclos e a chamada geral

Caso Trindade, os ciclos e a chamada geral

43
0
COMPARTILHE

Diferente do nosso Fórum, que conta com a participação regular de muitos usuários ativos e colaborativos, o Portal/Revista Vigília passa às vezes por períodos de míngua e desolação.

Esse comportamento está diretamente ligado a dois fatores: primeiro, nossa equipe, histórica e cíclicamente, reduz-se em (in)determinados períodos, por razões diversas. E, segundo, o que resta da equipe nas baixas temporadas – este editor que vos escreve – fica bastante suscetível à propria forma como a cena ufológica se comporta: sem novidades realmente interessantes ou curiosas, com desestimulantes discussōes inútes nos bastidores, ou com novidades com sabor do que, no jornalismo, chamamos de matéria fria ou notícia requentada.

Mesmo assim, a fase do ciclo que desanima, sempre é substituída pela fase que empolga: quando temos um novo caso fantástico, a liberação de documentos realmente novos, o engajamento de governos, ou o surgimento de novos e relevantes dados de casos históricos.

Neste momento, quase com certeza, arrisco dizer que estamos atravessando a fase empolgante. Não apenas pelo crescente volume de documentos secretos ou classificados que estão sendo liberados, mas também por relevantes descobertas no âmbito da ciência e tecnologia – com implicações para a exobiologia – e ainda na releitura de casos históricos, como a impressionante reviravolta do famoso caso da Ilha de Trindade.

Aliás, neste último episódio, cabe destacar, chega a ser sintomático o comportamento de uma parcela da chamada comunidade ufológica, que preferiu silenciar e fechar os olhos ao longo dos anos para cada novo indício de fraude. Mas ai estão os fatos. E contra fatos, como diz o ditado, não há argumentos. E não há dívidas sobre a realidade do fenômeno OVNI/UFO: só não podemos, ainda, comemorar fatos que permitam concluir, sem sombra de dúvidas, que o fenômeno tenha uma origem extraterrestre ou alienígena.

Por outro lado, avolumam-se informações, indícios, imagens que precisam de uma pesquisa mais apurada, interpretação, ou resenha. Quem sabe, de uma delas virá o fato derradeiro. Por isso, mais do que nunca, o Portal/Revista Vigília conclama todos os internautas exploradores, buscadores da verdade, interessados em contribuir para elucidarem este intrigante mistério, a embarcarem conosco nesta jornada rumo ao conhecimento.

Toda a ajuda na redação, prospecção, tradução e análise de dados, fotos e filmagens, para publicação no Vigília, é necessária e muito bem vinda. Os interessados podem enviar mensagem pelo formulário de contato disponível no site ou por e-mail, para redacao(arroba)vigilia.com.br

Forte abraço,
Jeferson Martinho
Editor – Portal/Revista Vigília

Deixe um comentário