Home Opinião A “abdução” da Revista Vigília

A “abdução” da Revista Vigília

213
0
COMPARTILHE

Daria uma bela história. Dizer que a Revista Vigília havia sido abduzida durante um longo período e que, em compensação, quando foi deixada de volta, passara por um “upgrade” nas mãos nos nossos visitantes. Bom, eles ainda não fizeram isso, mas a parte do longo tempo (infelizmente) e do “upgrade” (felizmente), são verdadeiras.
Por razões cujo contexto não há necessidade de detalhar aqui, desde meados de 2002, realmente o site não era atualizado. E tanto tempo de espera acabou motivando uma medida há muito protelada pela equipe que mantém a Vigília no ar: a fusão de dois formatos que coexistiram durante um bom tempo devido à dificuldade em fazer a transposição manual.
Mas apenas a uniformização não bastava. A Internet é dinâmica e se atualiza a cada dia. Era preciso uma mudança radical para acompanhar essa evolução e devolver aos internautas a satisfação de não apenas estarem visitando um site com bom conteúdo, mas também um serviço onde o visual seja exclusivo, limpo, fácil e interativo.
Bem, não é esta uma tarefa fácil. Assim, o tempo que já não corria a nosso favor, acabou se estendendo bem mais do que imaginávamos. Enquanto centenas de e-mails chegavam questionando o “congelamento” da Revista Vigília, trabalhávamos incansavelmente, entre desafios lógicos de linguagens de programação, mudanças no design e problemas – as Leis de Murphy sempre estão atuando – para devolver aos nossos leitores, amigos e visitantes um porto seguro onde a informação ufológica recebe o tratamento que merece, com seriedade e objetividade.
O resultado pode ser conferido no novo Portal/Revista Vigília. Demorou, mas saiu, graças à colaboração voluntária de amigos e simpatizantes cujos nomes, se citados todos aqui, fariam preencher algumas dezenas de linhas de texto.
Dentre as novidades, além do visual e de novas funcionalidades incluídas em todas as páginas (essa maravilha de PHP!) o internauta vai perceber a inclusão do novo Fórum. De certa forma, ele substitui a antiga seção “Contato com o Leitor”, com uma infinidade de vantagens, entre as quais a troca de mensagens privativas, a criação de temas para a discussão em grupo, perguntas e respostas com o benefício da privacidade e do anonimato, caso assim prefira o internauta. E isso é apenas o começo.
Agora, o próprio internauta pode também adicionar seus sites preferidos na seção links, e fazer seu cadastro na área de ufólogos e grupos de pesquisas, de forma muito mais prática e rápida que antes. Além dessas, outras melhorias estão em andamento.
Mudanças de sistema e design à parte, o compromisso do Portal/Revista Vigília com o leitor continua o mesmo: trazer à Internet conteúdo de qualidade, com apuração e profundidade na abordagem dos temas. Por isso, de volta de sua “abdução”, entre outras matérias, Vigília esmiúça, procurando separar fato de boato nessa história, um dos mais importantes acontecimentos dos últimos tempos: a recente liberação do que o Ministério da Defesa britânico alega ser todo o arquivo do caso Rendlesham Forest.

Boa Navegação!
Jeferson Martinho – Editor/Webmaster

Deixe um comentário