Home Opinião A verdade – estando ou não lá fora – como propósito

A verdade – estando ou não lá fora – como propósito

80
0
COMPARTILHE

Não foi fácil. Tempos de grandes mudanças atingiram a redação de Vigília e este editor que vos fala. Em função da somatória de diversos fatores que nada tiveram a ver com a Ufologia, infelizmente precisamos – ao menos temporariamente – abrir mão da regularidade de Vigília. Garanto que mais para nós do que provavelmente para você, leitor, a espera foi angustiante. A todo instante víamos e líamos em nossas caixas postais informes de novidades palpitantes. E quão difícil foi resistir, por força de razões várias, e não embarcar em cada novidade para esmiuçá-la e trazê-la a você que nos lê na Web…
Enfim, era preciso. Mas a turbulência já passou e, depois desse longo período (desde maio de 98!), voltamos à atividade nestes meses de março e abril de 1999. Muita coisa mudou na Ufologia. Algumas mudanças para melhor, outras para pior. Talvez seja esse um reflexo das transformações rápidas em nosso planeta e na própria sociedade humana. Não mudou, no entanto, o nosso compromisso de busca incessante da verdade, esteja ela onde estiver: a um palmo dos nossos narizes, ou a milhares de quilômetros de distância deste belo – mas mal cuidado – planeta chamado Terra.
A ética jornalística nos impede de calar diante das fraudes e da desinformação, seja esta voluntária ou não. Porém nos impede também de sermos meros expectadores de um fenômeno que, de onde quer que venha, deixa um rastro inequívoco de sua presença, densa, complexa e transformadora. A força dessas palavras os leitores compreenderão melhor lendo as reportagens de capa desta edição, sobre dois fatos que abalaram a Ufologia mundial: o suposto vídeo secreto da KGB e a monumental história mal contada que envolveu alguns dos maiores nomes da Ufologia internacional em torno da expectativa do derradeiro contato.
Esta é a força que move nossos passos rumo a um encontro marcado com a informação ufológica e os nossos leitores, ávidos pela verdade.
Claro, Vigília é confeccionada por seres humanos que, via de regra, também falham. Talvez, não fosse assim, estivéssemos levando notícias como ‘a possibilidade de vida inteligente num tal planeta azul’ à rede de informação de algum outro povo, nalgum outro sistema estelar. Por isso, desde já, gostaríamos de deixar aqui um pedido de clemência dos leitores para conosco; pelos erros do passado e pelos equívocos que talvez possam vir. Mas estamos todos aprendendo, como cada ser humano, num processo no qual a única garantia é o respeito à inteligência e ao senso crítico dos leitores e internautas que já se acostumaram – ou ainda vão se acostumar – a abrir seus navegadores de Internet e direcioná-los para o nosso site.
“Trust no one” (Não confie em ninguém), é uma das célebres frases do fictício agente do FBI, Fox Mulder, do famoso seriado televisivo Arquivos X, que também tem na Ufologia seu grande tema. “Just in Vigília, the truth like purpose” – Somente em Vigília, a verdade como propósito – é o complemento para a frase de Mulder que esperamos fazer, um dia, ecoar nas mentes dos internautas interessados no Fenômeno UFO ou apenas curiosos, como fruto de um trabalho intenso, sério e dedicado para o qual sabemos que podemos contar com seu apoio e colaboração.

Boa navegação!

Deixe um comentário